Núcleo de Arqueologia de Alcoutim

Alcoutim
Alcoutim , Alcoutim
http://www.cm-alcoutim.pt/
horário: ABERTO TODOS OS DIAS. DE 1 DE OUTUBRO A 31/MARÇO: 09H00 – 17H00. DE 1 DE ABRIL A 30 DE SETEMBRO: 09H00 – 19H00.

Criado em abril de 2000 e renovado em 2003, 2006 e 2011, o Núcleo de Arqueologia situa-se no interior do Castelo da Vila, onde estão patentes exposições do património arqueológico do concelho de Alcoutim, que têm como fio condutor um percurso histórico que se iniciou há mais de 5.000 anos. Locais e objectos impregnados de uma memória milenar procuram transmitir culturas e saberes que, num passeio mais ou menos longíquo, se cruzam no território que é hoje Alcoutim.

Núcleo Museológico de Arqueologia alberga duas exposições de longa duração: "O Património Arqueológico de Alcoutim" e "Jogos Intemporais - Tabuleiros e Pedras de jogo do Castelo Velho de Alcoutim".

A exposição “O Património Arqueológico de Alcoutim” foi inaugurada a 15 de Abril de 2000, e renovada em 2003, 2006 e 2011, tem como fio condutor um percurso histórico que se iniciou há mais de 5.000 anos. Locais e objetos impregnados de uma memória milenar procuram transmitir culturas e saberes que, num passado mais ou menos longínquo, se cruzam no território que é hoje Alcoutim.

A exposição de longa duração denominada “Jogos Intemporais - Tabuleiros e Pedras de jogo do Castelo Velho de Alcoutim” foi inaugurada a 20 de Novembro de 2005, com o intento de dar a conhecer a coleção de jogos provenientes das escavações arqueológicas efetuadas no Castelo Velho de Alcoutim, pela Doutora Helena Catarino desde 1985. A coleção é composta por trinta e nove tabuleiros, completos e fragmentados, e dezoito pequenas pedras de jogo. Gravados em lajes de xisto estes tabuleiros pertencem a seis tipologias diferentes: Alquerque, Tábula, Moinho ou Trilha, Tapatan ou Galo, Mancala e Jogo do Soldado. De salientar que esta coleção integra o maior conjunto e tipologias de jogos de tabuleiro de época islâmica provenientes de um único sítio arqueológico e os únicos exemplares de Mancala III, que temos conhecimento em Portugal.

A estrutura desta amostra do potencial arqueológico que o concelho encerra teve como base a opção de períodos históricos relevantes na investigação arqueológica, efetuada nas últimas décadas em Alcoutim e que abarca um período muito amplo, desde o Neolítico à Época Moderna.

Os projetos de valorização do património arqueológico visitáveis, Menires do Lavajo e Ruinas do Montinho das laranjeiras, são complementos a este núcleo museológico e contribuem como uma mais-valia na sensibilização e promoção do património cultural, permitindo simultaneamente afirmar-se como uma estratégia de sucesso na diversificação de produtos turísticos.

Informação Adicional: 

INGRESSO: O bilhete de ingresso permite a visita a todos os espaços museológicos de Alcoutim - Casa do Ferreiro, Núcleo Museológico de Arte Sacra (Alcoutim), Castelo da Vila (Alcoutim) com as duas exposições do Núcleo Museológico de Arqueologia, Núcleo Museológico “Escola Primária” (Santa Justa), Núcleo Museológico Dr. João Dias (Alcoutim) e Museu do Rio (Guerreiros do Rio), durante uma semana, com exceção dos grupos.

Bilhete normal – 2,50 €;

Portadores de Cartão-jovem e pessoas maiores de 65 anos – 1,50 €.

Grupos – 1,50€

Isenções: Guias intérpretes nacionais devidamente credenciados; Funcionários e Vereadores da CMA; membros da Assembleia Municipal de Alcoutim; Crianças com idade inferior a 14 anos; Residentes e naturais do concelho de Alcoutim; Visitas coletivas promovidas e organizadas pela CMA; Pessoas ou grupos convidados pela CMA; Pessoas com deficiência ou mobilidade condicionada; grupos escolares, quando solicitado previamente por escrito.

outros pontos de interesse
Património Edificado